COSPLAY DO DIA

#337 Cosplay do dia: Thiago Cunha (Ninja Jiraya)

Thiago escolheu como frase do dia: “Não o perdoo… Espada Olímpica!!!” – Ninja Jiraiya. Thiago Cunha, conhecido como Seiya, é de Curitiba, Paraná.

Já participou do cosplay do dia com seu Red Flash e hoje seu cosplay é do personagem Ninja Jiraiya, do tokusatsu Sekai Ninja Sen Jiraiya (Jiraiya, o Incrível Ninja).

#337 Cosplay do dia: Thiago Cunha (Ninja Jiraya)

Qual sua relação com o cosplay e a obra a que ele pertence?

Foi meu segundo cosplay, mas o primeiro de maior qualidade e também o que usei por mais tempo (de 2009 a 2012), só parei porque algumas peças necessitam de reparos e as pessoas que podem me ajudar a ressuscitar estas peças estão com muito serviço no momento e eu sem grana.
Este personagem pertence, a categoria de Tokusatsu conhecida por Metal Hero.

Como foi a elaboração do cosplay?

Foi bem corrido quando eu o fiz a pessoa até atrasou um pouco e eu estava louco para estrear ele no evento do AniParaná que ia ter em Curitiba.

Cosplay de Ninja Jiraiya | Thiago Cunha

Faz quanto tempo que este cosplay foi feito e desde quando o usa?

Uso ele desde 2009, porém eu já mudei ele umas 3 vezes melhorando capacete, colete, short, braceletes etc… Até chegar na versão das fotos de 2012.

Como é a interpretação deste cosplay?

Foi muito bom fazer Jiraiya, mesmo porque na época eu tinha parado de fazer Karatê, em 2009, então as artes marciais estavam um pouco mais frescas em meu corpo e memória e por eu faze-lo durante cerca de 3 anos os movimentos dele ficaram em mim por muito tempo, até atrapalhou um pouco quando troquei de personagem porque ia fazer a pose e coreografia de outros e acabava saindo a pose dele, tipo eu pensava: “não é o Jiraiya mais hehe” tinha o maior medo de errar na hora de uma apresentação com outro cosplay e acabar soltando os movimentos dele por instinto.

Cosplay de Ninja Jiraiya | Thiago Cunha

Quais foram os principais eventos e situações passadas com este cosplay?

Os principais eventos que participei com ele, foi no AniParaná e o Shinobi Spirit.
Situações a mais triste foi da primeira vez que usei ele em 2009, pois foi a primeira vez que usei ele, mas foi a última vez que tive contato com a Patrícia (uma ex-namorada com quem fiquei junto 3 maravilhosos anos, foi até ela que filmou para mim a minha primeira apresentação no AniParaná, foi a única pessoa que valeu a pena ter tido em minha vida até hoje, saudade de você japinha).

Cosplay shop

Um acontecimento engraçado que aconteceu uma vez foi eu e um amigo estar na frente do Shopping estação a noite em 2011 se não me engano, depois de sair do evento do Shinobi e uma rockeira pedir pra tirar foto com a gente, ai acabamos fazendo um vídeo de entrevista bem engraçado pena ter perdido ele, também já fomos comprar refrigerante vestido de cosplay.

Cosplay de Ninja Jiraiya | Thiago Cunha

Tem alguém que gostaria de agradecer?

Gostaria de agradecer ao grande escultor Douglas Deivison, pra mim ele foi o melhor e mais atencioso escultor que já conheci, infelizmente como cosmaker ele fez só meu filho único capacete e colete do Jiraiya. Uma pena pois ele tinha e tem potencial pra ser um dos melhores cosmaker do mundo na minha opinião.
Agradeço a Patrícia por ter filmado a minha primeira apresentação faz 7 anos que não a vejo, não sei como esta sua vida Pati, mas obrigado por ter feito parte de minha vida um dia.

Considerações Finais:

Aqui vai o link de minhas apresentações também pra quem quiser:

  1. Shinobi Spirit Individual
  2. 2011
  3. Jiraya vs Neji Shinobi Spirit
  4. Jiraya vs Neji Shinobi Spirit 2
  5. JIRAIYA VS ESPADA SATÃ
  6. JIRAIYA COSPLAY DESFILE

Com esse cosplay por um bom tempo me chamavam de Jiraiya Brasileiro e foi com ele que ganhei mais destaque até hoje como cosplay.

#336 Cosplay do dia: Pedro Henrique (Peter Quill)

Pedro escolheu como frase do dia: “Senhor das estrelas!! Como é? O lendário ladrão espacial, nunca ouviu falar?”

Pedro Henrique, tem 21 anos, é de Quatro Barras, Paraná, seu cosplay é do personagem Peter Quill (Star-Lord) herói da franquia de quadrinhos e filmes da Marvel, Guardian of The Galaxy (Guardiões da Galáxia).

Cosplay de Peter Quill (Star-Lord) | Pedro Henrique | Shinobi Spirit

Qual sua relação com o cosplay e a obra a que ele pertence?

Sou Super fã da Marvel, desde criança, fui fã do Star-Lord Groot e cia e quando cresci e me vi neste meio cosplayer, senti que era a hora de fazer essa homenagem ao Peter Quill meu herói favorito.

Como surgiu a ideia de realizar o cosplay deste personagem?

Por fazer cosplayers sérios e ranzinzas, eu antes de tudo como artista busquei algo surreal a minha pessoa e fiz o Star-Lord por ele me mostrar um lado mais amigável, simpático e sem dúvidas extrovertido.

Como foi a elaboração do cosplay?

A roupa em si, pedi a uma costureira que faz cos para mim e minha partner o nome dela e evy e gracas a ela eu entrei neste meio, as armas acessórios e etc pedi a uma cosmaker de confiança a Fran Albini.

Cosplay de Peter Quill (Star-Lord) | Pedro Henrique | Shinobi Spirit

Faz quanto tempo que este cosplay foi feito e desde quando o usa?

Ha cerca de menos de 5 meses e sempre que há eventos em minha cidade voltado a cultura pop eu vou de Atar-Lord.

Como é a interpretação deste cosplay?

Totalmente dificil, pois sempre fiz personagens sérios (Thorin escudo de carvalho do filme 0 Hobbit como exemplo) e fazer um todo simpático alegre e que chama a galera pra dançar é meio que o oposto de tudo que fiz, mas vale a pena, é uma adrenalina e um carinho para com o público sem explicação.

Quais foram os principais eventos e situações passadas com este cosplay?

Usado no começo do ano em um evento da minha cidade o Shinobi Spirit, com a etapa da Yamato Cosplay Cup, eu estava mega tenso, e subir ao palco e dançar sozinho para um público enorme foi desafiador, mas depois que acaba e você desce do palco e o público vem pedir pra dançar com você, além de toda troca de reconhecimento e carinho, vale totalmente tudo isso.

Cosplay de Peter Quill (Star-Lord) | Pedro Henrique

Tem alguém que gostaria de agradecer?

Em especialmente a Evy Schneider, minha amiga que desde sempre me apoiou neste meio, sem ela eu nem estaria aqui, reconheço todo esforço e carinho de time que temos e se um vence ambos vencem.

Considerações Finais:

Finalmente acredito que como considerações finais eu digo:

“Curta a vida para você simplesmente ouvir os outros e não realizar seus sonhos, independente de cor, peso ou pensamento, faça o que lhe convêm.”

Acompanhe o trabalho de Pedro Henrique através de seu Perfil no Facebook.

Avalie

Facebook Comentários


Receba novidades no seu email:

Delivered by FeedBurner

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *