-->Aproveite e cadastre seu email abaixo para receber novas atualizações do site. Após colocar o seu email abaixo vai receber um email de confirmação de cadastro não esqueça de clicar.

Insira o seu endereço de email:

Delivered by FeedBurner

Tails Doll Desenho – Uma História Que Poucos Conhecem

Tails Doll é conhecido como um personagem do jogável do jogo Sonic R, mas também é o personagem central de muitas lendas e mitos que circulam pela internet. Nesta matéria, contaremos a história de como supostamente o Tails Doll teria sido criado, e também traremos relatos, mitos e fatos, por trás de tudo isso.

Tails doll story – Tails doll história completa

Uma família normal da famosa tails doll história: um pai solteiro funcionário da SEGA, e seu filho. Em um dia comum o pai chega em casa cansado do trabalho, diz oi para o filho, entra no seu escritório, coloca o Sonic R beta em seu laptop e começa a analisar o jogo.

Ele mexe um pouco no teclado, destrava Metal Sonic e Eggman, mas ainda restavam muitos espaços vazios. Um colega do trabalho havia sugerido a criação de um Metal Knuckles para rivalizar com Metal Sonic, e um Eggrobô que também seria interessante, mas e o ultimo slot? Tails não daria um bom robô…

Indico a leitura: https://cosplace.com.br/sonic-the-hedgehog-3/

Quem sabe a Amy?

Uma versão robótica da Amy seria assustadora, ou talvez um clone maligno da Amy! Sim, Eggman poderia ter criado um ser vivo que pudesse se passar pela Amy, e assim conseguir “liquidar” o Sonic.

Tails Doll
Tails Doll Desenho

Enquanto o pai viajava em seus pensamentos, o filho entra na sala abraçado em um boneco de Tails, feito à mão por sua falecida mãe. Boneco que o garoto sempre carregava consigo, desde que a morte de sua mãe. O menino era muito tímido e inseguro, e sofria na escola por isso. Ao entrar na sala ele diz:

-Pai, que dia nos vamos ao Cinema?

E de forma fria o pai responde:

-Agora não filho, estou muito ocupado, estou com uma ideia na cabeça e preciso…

Não deu tempo do pai responder, o garoto já havia saído da sala.

No dia seguinte o menino estava indo para escola quando deparou-se com um grupo de garotos. Rapidamente ele os reconheceu e tentou sair de fininho, mas os garotos começaram a correr atrás dele… Pouco tempo depois eles o alcançaram, pegaram-no e o jogaram em um buraco cheio de água e barro. O menino se levantou e se encostou em um muro de tijolos, quando de repente começa a chover. O começou a chorar e sussurrar:

-Tails, você é meu único amigo. Queria que você tivesse vida, queria que você me ajuda-se a acabar com aqueles idiotas…

Então o garoto abraça o boneco com força. Naquele momento um raio acertou o boneco, e um cristal vermelho surge em sua cabeça. Apesar do espanto, o garoto segue à escola. Na saída, o mesmo grupo de garotos foi avistado, e logo eles retribuíram o olhar e começaram a vir em direção do menino que segurava seu boneco. Mas dessa vez seria diferente, o garoto estava com um olhar vazio… Como se estivesse inconsciente. Ele apontou o boneco para os garotos, e em um flash os garotos sumiram como se nunca tivessem existido.

Ttails doll my story

Como na noite anterior, o pai chegou do trabalho, cumprimentou seu filho e foi para o escritório. Novamente o filho entrou no escritório e perguntou:

-Papai, quando iremos ao cinema?

O pai respondeu:

-Agora não filho, depois converso com…-

O garoto não esperou o pai terminar. Com seus olhos novamente vazios, apontou o boneco para seu pai e então o cristal vermelho do boneco começou a brilhar. O pai se assustou e começou a ouvir uma voz que dizia:

“Me alimente… Isso, me dê aquilo que você odeia… Me dê seu ódio… Me dê ALMAS!”

E então o cristal disparou uma luz contra o pai. Mas em um gesto intuitivo, o pai pegou um CD que estava em cima de sua mesa e tentou refletir a luz vermelha de volta para o boneco, mas a luz ficou presa dentro do CD.

Todo o terror havia acabado. O pai passou a dar mais atenção ao filho, e o filho começou a relacionar-se melhor na escola…

Tails doll in sonic 1

Mas o que aconteceu com aquele CD? O que aconteceu com o CD de Sonic R? Foi finalizado, copiado e distribuído pelo mundo todo. O Tails Doll foi aprisionado no jogo e confundido com um personagem jogável, desde então ele está a procura de novas almas para se manter vivo!

Muitas lendas foram contadas. Há quem diga que até sentiu a presença do Tails Doll. Supostamente você pode fazer o Tails Doll aparecer ao jogar Sonic R – para isso você deve ter uma cópia original do jogo para Sega Saturn (a versão para computador não conta), e então deverá jogar o modo Tag às 00:00 (meia-noite). Apague todas as luzes do lugar onde você estiver, e entre no modo Tag (no primeiro circuito) utilizando o Tails Doll, então pegue todos os personagens deixando o Super Sonic por último. Se tudo for feito corretamente a música “Can You Fell the Sunshine” vai começar a tocar de uma maneira muito estranha, então o Tails Doll aparecerá para te assustar!

Devemos dizer que há pessoas que afirmam ter feito o teste, e que nada demais teria acontecido. Por outro lado, há relatos de que algumas pessoas fizeram o teste e realmente se depararam com a maldição do Tails Doll, mas felizmente algo maior teria salvo estas pessoas.

Relatos, Teorias e afins

O mito do Tails Doll causou muita polêmica depois de várias teorias e histórias que foram publicadas na internet. Nesta parte do artigo, nós apresentaremos teorias, relatos de supostos contatos com o espírito do Tails Doll, e algumas outras informações.

Supostas mortes causadas pelo Tails Doll

A maldição do Tails Doll estaria ligada a uma série de mortes nos Estados Unidos, em meados das década de 90. Estes rumores começaram após surgir na internet a história de um menino que teria sido encontrado morto em frente à televisão após uma partida de Sonic R. Tal história teria sido publicada pela internet por um sujeito de nome “IRon7HuMB”, supostamente amigo do menino, que relatou que seu amigo havia sido encontrado atirado no chão, com os lábios mordidos, pele totalmente branca, olhando perdidamente para o teto, enquanto a televisão repetia sem parar a música Can you feel the Sunshine.

Registros médicos e investigações realizadas pelo LAPD (Los Angeles Police Department) apontaram que o menino morreu asfixiado enquanto sofria um ataque epiléptico, o que é bastante raro, uma vez que não haviam antecedentes da doença na família. Segundo as investigações, o menino devia ter se emocionado muito e sofreu espasmos, o que teria o assustado à ponto de não conseguir respirar.

Leitura complementar: https://cosplace.com.br/sky-sanctuary-zone/

Os familiares do menino afirmavam que isso não era possível, já que não existia nenhum antecedente de epilepsia na família, porém a polícia não aceitou a teoria espiritual da família e deu o caso por encerrado.

Seria Tails Doll o responsável pela SEGA não produzir mais hardwares?

Após receber fortes críticas a respeito do personagem Tails Doll, a SEGA decidiu nunca mais utilizá-lo como personagem jogável. No entanto, os estragos causados pela suposta maldição do Tails Doll possivelmente foram os responsáveis pelo fato de a SEGA ter deixado de produzir consoles. A SEGA teria retirado o Saturn precocemente do mercado de consoles, à fim de evitar maiores problemas com o caso Tails Doll, o que acarretou em uma aceleração no desenvolvimento do seu próximo console, o Dreamcast. Essa pressa em lançar o novo console teria sido a responsável pelo Dreamcast ter ficado muito mais fraco que os demais consoles de 128 bit. Assim, o insucesso do Dreamcast somado ao trauma do Sega Saturn, forçaram a SEGA a sair do mercado de consoles.

Será mesmo que tudo isso foi influenciado pelas polêmicas com o Tails Doll?

Fora a lenda urbana, todos sabemos que o Sega Saturn não conseguiu competir com Nintendo 64 e Playstation, então o Saturn foi retirado mais cedo do mercado (em 1998 na América e na Europa, e em 2000 no Japão) para que a SEGA pudesse focar seu trabalho no desenvolvimento do seu novo console. Porém, mesmo entrando antes no mercado dos consoles 128 Bit, o Dreamcast também não conseguiu ficar à frente de seus concorrentes, e logo saiu do mercado. Então a Sega viu-se com um enorme prejuízo financeiro.

Mais dicas: https://cosplace.com.br/sonic-the-hedgehog/

A medida mais sábia naquele momento foi abandonar o mercado de desenvolvimento de consoles, e dedicar-se exclusivamente ao desenvolvimento de jogos. Caso o trauma com o Tails Doll tivesse sido o responsável pela saída da SEGA do mercado de consoles, muito provavelmente isto acarretaria não apenas uma saída da SEGA do mercado de consoles, mas também do mercado de jogos em geral.

Relatos e supostos encontros com Tails Doll

Na internet há vários relatos envolvendo o mito do Tails Doll, obviamente alguns são muito exagerados para publicarmos aqui… Entre todos os relatos que circulam pela internet, um dos que mais chamam a atenção é a mensagem de um pai pedindo ajuda para seu filho.

Olá, meu nome é Kyle.

O meu filho de 3 anos, Danny, trouxe para casa um desenho que ele fez na escolinha, e isso perturbou minha esposa e eu. Eu reparei que aquela figura amarela se parecia com um tipo de boneco do Tails (do Sonic), então pesquisei sobre isso no Google, e fiquei apavorado.”

Estou pedindo ajuda para várias pessoas, em diversos sites, mas até agora não consegui nada. Minha esposa (que não quer se identificar) e eu estamos muito assustados. Será que alguém pode me dizer que diabos está acontecendo com meu filho?”

Outro relato bastante famoso foi escrito por um jovem que supostamente sobreviveu a um ataque do Tails Doll, a título de ilustração chamaremos de João.

João dividia um apartamento com seu amigo José. Em um belo dia enquanto arrumava suas coisas, João encontrou seu antigo SEGA Saturn e alguns jogos. Entusiasmado em reencontrar seu antigo console, João convidou José para disputar algumas partidas de Sonic. Tudo ocorria normalmente até ambos, por “zueira”, decidirem testar se a tal maldição do Tails Doll realmente existia.

Eles seguiram religiosamente a suposta receita para invocar Tails Doll, jogaram o modo Tag 4 Characters capturando Super Sonic por último… Ao fazerem isso, a imagem do Tails Doll “pulou” na tela, fazendo ambos pularem também, de puro susto. Porém, aparentemente nada de ruim havia acontecido, assim, João e José resolveram parar de jogar e fazer um lanche. Mas ao voltarem, a imagem do Tails Doll continuava fixa na tela, com um olhar vazio e penetrante, como se estivesse olhando diretamente para cada um deles. As coisas ficaram ainda mais aterrorizantes quando José tentou desligar o console mas a imagem continuou inalterada na tela. Em uma atitude desesperada, João arrancou o videogame e a TV da tomada… O esforço foi em vão: a imagem do Tails Doll continuou a ser exibida na tela, porém com olhos ainda mais escuros e com a mesma fixação assustadora.

José ficou desesperado e começou a gritar “Vá embora seu desgraçado!”, “Vá embora demônio!”, “Morre Diabo!”. Foi então que as luzes da sala desligaram sozinhas (!), todo o ambiente passou a ser iluminado unicamente pela televisão, que supostamente havia sido desligada da tomada. O pavor tomou conta dos dois amigos, que ficaram paralisados sem saber o que fazer. A televisão começou a tocar a música “Can you fell the sunshine?” enquanto o olhar de Tails Doll na tela tornava-se cada vez mais sombrio. De repente, a televisão se desligou por completo, deixando os dois amigos na completa escuridão e o silêncio tom conta do local… por poucos segundos.

Achando que o pior havia passado, João começou a resmungar consigo mesmo, questionando-se se seu console, sua televisão e suas lâmpadas haviam estragado. Enquanto isso, José permaneceu imóvel, quieto, observando uma estranha luz vermelha que flutuava em meio à escuridão. João então percebe a existência da luz vermelha e começa a sussurrar para José “Isso não parece bom, acho melhor sairmos daqui e rápido”. Os dois saem correndo desesperadamente para a saída do apartamento, com a luz vermelha em seu encalço. Durante a corrida, os dois amigos tiveram a terrível experiência de enxergar o rosto de Tails Doll, sem vida, parcialmente iluminada pela luz emitida pelo cristal vermelho acima de sua cabeça.

Dizem que as pessoas adquirem capacidades sobre-humanas em situações de estresse extremo, infelizmente isso não aconteceu com José, que começou a cansar-se com a corrida. Foi então que Tails Doll o atacou, atravessando suas garras pela cabeça do jovem, encerrando sua vida de maneira abrupta e trágica. Sozinho, João chegou a um dos estacionamentos do prédio, trancando-se lá dentro. Desesperado pela morte de seu amigo e temendo por sua própria vida, conseguia ouvir a música “Can you feel the Sunshine”, abafada pelo agonizante ruído de Tails Doll arranhando a porta de metal com suas garras.

O tempo passava e João percebeu que não sobreviveria por mais muito tempo se continuasse ali, cedo ou tarde Tails Doll conseguiria perfurar a porta e, uma vez que Tails Doll entrasse no estacionamento, João não teria para onde correr. A canção “Can you feel the Sunshine” parecia estar destruindo seus tímpanos, foi então que João pensou “Espera, ‘Você pode sentir a luz do Sol?’ seria esta uma dica? Seria um humor diabólico do Tails Doll dizer sua fraqueza enquanto mata suas vítimas? Será que os raios do Sol enfraquecem ele?”.

João decidiu que para sobreviver ele teria de sair do prédio. Ele pegou uma vassoura, tomou coragem e abriu a porta do estacionamento e viu que Tails Doll ainda esperava por ele. João não pensou duas vezes e desferiu uma vassourada em Tails Doll com toda sua força. O boneco recuou e então João saiu correndo pelas escadas que levavam ao terraço do prédio. Ao olhar para trás ele teve uma visão traumatizante, as costuras na boca do boneco se rasgaram e revelaram uma boca imensa, com dentes muito afiados e coberta por sangue.

Sem noção do tempo perdido durante a perseguição, enquanto corria João pensava se existia alguma chance de sobrevivência, “será que há Sol na rua e se houver, será que Tails Doll realmente ficará fraco?”. Ele alcançou a porta e a abriu, o dia estava ensolarado. Após João sair do prédio, Tails Doll tentou segui-lo, mas ao fazer os primeiros contatos com os raios solares, ficou paralisado.

Em seus últimos instantes de vida, Tails Doll começou a contorcer-se enquanto tinha seu corpo queimado e emitia gritos horríveis. Tails Doll teve seu corpo completamente queimado, ou quase, tudo o que restou foi o pequeno cristal vermelho que flutuava acima da sua cabeça. João, o sobrevivente, diz poder ver a imagem do boneco dentro de cristal e ouvir ameças e gritos de horror ao aproximar a pedra de seu ouvido.

Aposto que muitos de vocês devem estar pensando que tudo isso não passa de bobagens, histórias inventadas por moleques que não tem nada melhor para fazer, estou certo? Então é por isso que trago até vocês um relato de uma jovem moça, que jura ter encarado esta maldição cara a cara.

Meu nome é Kara e eu estou aqui para alertar a todos vocês. Houve um tempo no qual eu, como muitos de vocês, tive uma melhor amiga. Esta minha melhor amiga, cujo nome era Hannah, era uma grande fã de Sonic. Ela assistiu a todos os episódios de todos os desenhos do ouriço, leu todos os quadrinhos, além de ter jogado diversos de seus jogos. Até que houve um momento no qual ela começou a me contar sobre contos e mistérios sobre Sonic que ela havia encontrado na internet, na época eu não dei a menor atenção, pois tudo parecia tão bobo, mas agora, eu me arrependo de não ter prestado atenção no que ela dizia…

Ela era uma grande fã do Sonic, sabia tudo sobre o personagem, assistia aos desenhos, lia sobre ele na internet, contudo, mesmo ela tendo vários jogos dele, ela não era lá uma jogadora muito habilidosa. Como eu não era muito ligada em Sonic e ela era uma amiga muito legal, nós costumávamos jogar os jogos que eu gostava, como Pokémon Stadium e outros jogos de batalha por turnos, onde eu vivia derrotando a Hannah. Nós passamos alguns meses nos divertindo com o meu Nintendo 64 e nada de anormal havia acontecido, apenas a Hannah vivia falando que encontraria algum jogo legal que não fosse baseado em turnos para finalmente me derrotar, eu até desafiei ela para algumas corridas de Mario Kart 64, mas ela sempre negava dizendo não gostar de Mario.

Eis que chega o dia do aniversário dela e, para sua surpresa, ela foi presenteada pela sua mãe com um SEGA Saturn e dinheiro para comprar dois jogos. Imediatamente Hannah saiu correndo alegremente para a loja de videogames do nosso bairro, onde ela escolheu comprar um tal de NiGHTS, além de Sonic R. Nós começamos a jogar NiGHTS e eu logo notei que ela era muito melhor do que eu naquele estranho jogo da SEGA. Enfim, após algumas partidas eu fui embora, pensando que a próxima vez que a próxima vez que nós duas nos encontrássemos, ela já teria cansado daqueles dois jogos. Afinal, era um Sexta-Feira, ela certamente iria enjoar daqueles jogos após passar o final de semana inteiro os jogando…

Mas não. Segunda-Feira, quando nos encontramos na escola, Hannah não parava de falar sobre o quão bom eram aqueles jogos… Assim foi durante toda a semana! Finalmente chegamos à Sexta-Feira. Enquanto nós duas voltávamos de um ensaio da nossa banda, eu lhe perguntei se ela tinha algum plano para o final de semana, quem sabe a gente pudesse sair juntas, ou coisa do tipo, mas então ela me respondeu que não poderia. Curiosa, eu perguntei a ela qual era o motivo, o que estaria tomando todo o seu tempo no final de semana. A resposta? Ela precisava passar um tempo sozinha, jogando. Eu fiquei com ciúmes… Deixada de lado por um vídeo game?! Mas, enfim, eu sabia que pelo menos no Sábado pela manhã eu a veria, afinal, ela não deixaria de ir na apresentação da banda para ficar jogando. Assim, eu disse para ela deixar o Saturn desligado por alguns minutos e praticar um pouco, nós rimos e seguimos caminhos separados para nossas respectivas casas.

Quando cheguei em casa, meus pensamentos voltaram a Hanna. Resolvi que iria assistir a todos os vídeos possíveis de Sonic R, para estar pronta para derrotá-la, caso ela me desafiasse. Eu pesquisei um pouco na internet e perdi algum tempo assistindo à vídeos daquele jogo tedioso. Eu decorei a loalização de todos os itens do jogo, até que eu deparei-me com um vídeo sobre como desbloquear o personagem Tails Doll. Após mais algumas cenas daqueles gráficos bizarros e música irritante, algo estranho aconteceu, a tela do meu computador ficou completamente preta. Eu tentei alguns comandos de teclado, mas nada adiantou… A porcaria do computador havia travado. Reiniciei a máquina e como tudo estava funcionando normalmente, desliguei o computador e fui dormir, confiante de que derrotaria a Hannah em seu território.

Na manhã seguinte eu acordei bem cedo, tomei meu café da manhã, pratiquei mais alguns minutos com a minha flauta e coloquei meu uniforme da banda. Como Hannah e eu havíamos combinado de irmos juntas à apresentação, minha mãe dirigiu até chegarmos a casa da Hannah. Desci do carro e bati na porta, mas não houve resposta. Logo imaginei que, como de costume, a Hannah havia dormido demais. Eu peguei a chave extra que havia debaixo do capacho e entrei. Instantaneamente, ouvi uma música familiar ao fundo. “The bad times pass me by, ‘cause today, is gonna be a brighter day!”

“Can you feel the sunshine?” Que susto! Quase que instantaneamente, corro em direção ao quarto onde a Hannah jogava no Saturn, mas quando chego lá vejo uma cena que me fez congelar. Minha melhor amiga, atirada de bruços no chão. Foi quando uma espécie de boneca de voodoo laranja aparentemente saiu de dentro da TV. De forma instintiva, eu gritei e saltei em direção a criatura, mas ela foi mais rápida que eu. Num instante, ela estava em frente a Hannah. Eu assisti apavorada enquanto a Hannah levantou-se, olhou para a boneca e perguntou “Você veio me buscar?”, com um olhar de puro fascínio em seu rosto. Tails Doll balançou a cabeça positivamente, enquanto os dois pareciam sumir no ar. “Espere, volte!” Eu implorei chorando, enquanto assitia a minha melhor amiga ficar cada vez mais pálida. Ela sequer notou meus chamados, mas Tails Doll me deu um último olhar de despedida antes que eles sumissem por completo.

Eu fiquei paralisada naquele lugar pelo que pareceu uma eternidade, até perceber que a música havia parado de tocar. Por incrível que pareça, eu fui à apresentação da banda naquele dia e quando questionada pela professora sobre a Hannah, eu disse não a havia visto, que tinha apenas conversado com ela na noite anterior e que ela havia me respondido que gostaria de ‘zerar’ Sonic R em paz. Dois dias após o ocorrido, a polícia encontrou seu corpo, pendurado numa árvore no quintal de sua casa, preso por uma corda e com uma estranha pedra vermelha em seu pescoço. Eles declaram o caso como suicídio, mas eu tenho certeza que não foi isso que aconteceu, ainda mais após ter recentemente recebido um e-mail (apenas a Hannah conhecia meu endereço de e-mail) de um usuário chamado “TocadoPeloTailsDoll46”, cuja mensagem continha apenas a seguinte frase: “Agora, você realmente pensa que pode me derrotar no Sonic R?”.

Brasileiros tails doll creepypasta

Acham que teorias e relatos sobre Tails Doll é exclusividade de pessoas dos EUA? Estão enganados… Há brasileiros que dizem ter tentado fazer o Tails Doll aparecer, ao realizarem o “ritual” citado anteriormente.

Personagens sonic: https://cosplace.com.br/personagens-sonic/

Assim, nesta seção publicaremos relatos de brasileiros que tentaram colocar o mito Tails Doll à prova.

Gabriel Azevedo dos Santos (do blog “Creepypasta Brasil“):

“Sonic the Hedgehog é o meu personagem de jogos favorito de todos os tempos. Rápido e descolado, quem não iria amá-lo? Bem, ainda assim, havia algo estranho sobre um de seus jogos mais antigos… Sonic R.

Sonic R é um jogo de corrida com o elenco de personagens do Sonic, junto com dois novos personagens adicionados: Metal Knuckles é um personagem feito de metal puro, que foi adicionado. Obviamente, uma cópia metálica de Knuckles the Echidna.

Tails Doll é, bem… assustador. Ele é um boneco laranja e branco, exatamente igual ao Tails, tem pontos de costura, olhos negros sem vida, e uma joia cor vermelho sangue presa a um pedaço de arame em sua cabeça.

O mais assustador, é que algum desconhecido começou a espalhar uma lenda urbana na internet de maldições que fará com que esse demônio macabro apareça para te visitar, e logo em seguida, te assassinar. Aparentemente, se você pegar o Super Sonic por ultimo no modo ‘Get 4 Characters’ com o boneco, ele irá se virar, olhar pra você e sair da sua TV para matá-lo. Outra maldição diz que se você tocar as músicas ‘Can You Feel the Sunshine’ ou ‘Livin’ in the City’ em um banheiro trancado com as luzes apagadas, você verá uma luz vermelha. Em outros poucos casos, algumas pessoas disseram que o seu personagem Tails Doll está ausente da tela de seleção de personagens.

Eu queria ver se aquilo era mesmo verdade. Parecia realmente ser falso, mas eu tinha que ter certeza. Procurei uma cópia do jogo junto com um Sega Saturn no Ebay, e por sorte, eu achei um, de um vendedor chamado ‘BuyMahStuffplz’. O preço era de R$35,67 contando as taxas, então não era um negócio tão ruim assim. Quando eu finalmente consegui, convidei meu amigo para vir jogar comigo, e ambos estávamos muito curiosos para saber se aquilo tudo era verdadeiro.

Outras informações: https://cosplace.com.br/pokemon/

Assim que eu liguei o jogo, havia algumas falhas gráficas aqui e ali, mas nada fora do normal. Escolhi o Sonic como personagem jogável, e assim que eu escolhi a primeira corrida, o jogo deu uma travada e um barulho muito estranho. Finalmente, quando a corrida começou, o jogo rodou normalmente, nada de infernal ou algo do tipo. Como tanto o Tails Doll como tambem o Super Sonic eram personagens secretos que só apareciam nas corridas após serem desbloqueados, tivemos que zerar o jogo 100%, incluindo todas as esmeraldas e todos os emblemas. Zeramos o jogo em míseros 40 minutos, e depois disso, decidimos finalmente seguir com a famosa maldição. Escolhemos o Tails Doll, entramos no modo “Get 4 Characters” em Resort Island.

Os personagens eram Metal Sonic, Metal Knuckles, EggRobô e, obviamente, Super Sonic. O jogo de pega pega foi intenso, pois o Tails Doll é tão rápido quanto uma lesma, mas eu finalmente consegui pegar todos os personagens, deixando Super Sonic por ultimo. Finalmente, depois de 20 minutos caçando essa desgraça, finalmente conseguimos pegá-lo. Porem, o pior veio a seguir…

No momento que Tails Doll tocou Super Sonic, o jogo travou, e a musica também. Na verdade, mais ou menos… Tudo que podia ser ouvido das caixas de som da TV era a frase “Can you feel the sunshine?”, repetidamente e sem musica de fundo. A frase tocou umas 13 vezes, até que de repente, um grito muito alto saiu das caixas de som. Eu e meu amigo pulamos e gritamos de susto, até que a TV começou a faiscar, e em seguida, a tela ficou completamente escura, desta vez sem nenhum som.

O Sega Saturn imediatamente começou a esquentar, sair fumaça, deu um ‘pipoco’, e então ele praticamente deixou de funcionar. Meu amigo e eu estávamos completamente brancos de pânico, e então depois de alguns segundos, decidimos verificar a embalagem do jogo, e dentro dela, achamos um bilhete que dizia o seguinte:

‘Eu programei o Sega Saturn para fazer uma parada de emergência, no caso de você fazer qualquer coisa imprudente no jogo… Como pegar os quatro personagens.’

Leitura complementar: https://cosplace.com.br/sonic-riders/

Voltamos para a TV, e ficamos ainda mais em choque. Para a nossa surpresa, tudo que mostrava lá era uma foto do Tails Doll em frente à um fundo escuro e cobrindo a tela inteira, com a frase: ‘Obrigado por brincar comigo!’, escrita em vermelho sangue. A TV então se desligou sozinha.

Eu não sei o que dizer sobre esta cópia do jogo, mas para o meu alivio, ela está em um lugar melhor agora… queimando em minha lareira.”

Texto originalmente foi criado e postado no soniclub que infelizmente não existe mais. Todos os direitos reservados. Sonic e elementos relacionados são propriedades da Sega.

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *