Shadow the Hedgehog (PS2)

Shadow the Hedgehog é um game estilo Sonic Adventure estrelado por Shadow meio óbvio que foi lançado para Gamecube, Xbox, e Playstation 2 no ano de 2005, é aquele mesmo papo, algumas pessoas gostam, e outras nem tanto, bom vamos lá para mais um Review…

Shadow the hedgehog jogo

O jogo é centrado na busca de Shadow por seu passado. Ele não se lembra de nada, se é o verdadeiro Shadow ou apenas uma cópia feita pelo Dr. Robotnik.

Os aliens Black Arms descem do Céu, com Black Doom liderando-os. O quarto olho de Black Doom, chamado de Doom’s Eye, que te acompanha para tentar levar para o lado do mal, aparece para Shadow e reproduz um holograma. Black Doom diz que “o dia se aproxima”, e que Shadow terá que buscar as 7 Esmeraldas do Caos. Shadow imagina que Black Doom possa finalmente a revelar seu passado, e vai atrás das Chaos Emeralds.

Leia também: https://cosplace.com.br/sonic/

Em cada fase, existem no mínimo 2 lados para se escolher (apesar de serem 3 o mais comum): Hero (Herói), no qual Shadow se alia a Sonic e os seus amigos e/ou a G.U.N. na luta com os Black Arms, Neutral (Neutro), no qual ele atua sozinho, recolhendo as Chaos Emeralds por conta própria, e Dark (Escuridão) no qual o ouriço se une aos Black Arms para ajudá-los a conquistar o planeta e/ou ao Dr. Eggman para ajudá-lo a construir o seu império.

Shadow the hedgehog game

O Jogo oferece um total de 326 sequências para chegar até os 11 finais (excluindo o Last Story). Dependendo de como você finaliza uma fase (caminhos Hero, Neutral ou Dark), você irá parar em uma fase diferente, dando um gigantesco leque de opções para zerar o game.

Agora vamos ao game, apesar de os três consoles (Gamecube, Xbox e PS2) serem bastante semelhantes, o jogo muda, e muito dependendo de onde você está jogando, principalmente em questão de frames, por exemplo, a versão do GameCube é considerada a melhor, visto que tem o framerate estável em 60 e com o melhor controle. Porém, só tem uma língua para cada versão (Japonês na Japonesa, Inglês nas outras).

Outras dicas: https://cosplace.com.br/the-doomsday-zone/

A versão do Xbox você pode trocar a língua, mas não tem como controlar o amigo com um segundo controle. A versão Play2 é considerada a pior de todas, tendo o framerate em 30 e mais problemas de gameplay (ou seja, muito da minha opinião vai cair em cima da versão de PS2, pois foi a que eu tive condições de jogar na época).

Shadow the hedgehog poderes

Bom, primeiro vamos falar sobre o controle, primeiro de tudo você têm mais botões nesse game do qualquer outro game do PS2, X faz o Jump/Homming Attack, o Quadrado faz ataques com as armas de fogo/brancas, o Círculo interage com objetos no cenário (veículos, armas, etc), além de ser usado para fazer o Spindash, e o R1 faz uma espécie de “trava de mira” que faz o Shadow se movimentar em diagonal e para os lados, mas isso se torna meio inútil, pois a maioria dos tiros já vai direto nos inimigos normais, isso pelo que eu sei, só é útil contra chefes.

Outras informações: https://cosplace.com.br/sky-sanctuary-zone/

Agora a questão gráfica, bom, não há nada muito chamativo depois da animação de abertura, os gráficos e as animações até que lembram Sonic Adventure, tanto na qualidade como na dramaticidade.

Agora vamos ao ruim: o controle, no PS2, eles são terríveis, em partes em que você precisa ser preciso, e não rápido, como em partes com buracos, um simples empurrão no direcional te joga pro limbo fazendo você perder vidas a toa, outra coisa péssima é a câmera, nunca está exatamente onde você quer que ela esteja, dificultando o seu trajeto durante a fase, e juntando isso com a constante queda de framerate, aí sim que fica muito difícil de se conseguir passar pelas fases.

A inteligência artificial também não é lá das mais inteligentes, as vezes o inimigo está na sua cara e te ignora, e outras vezes ele já vem atirando antes mesmo de ver você.

E enquanto a fase não é terminada, existem vários checkpoints interligados pelo caminho, para ajudar os jogadores que desejam outros fechamentos da fase, principalmente por causa de fechar no modo Hero ou Dark como, por exemplo, para matar um certo número de inimigos ou pegar um certo número de itens.

Considerações Finais

Bom, esse game fica no meio termo entre bom e ruim, por um lado ele foi inovador na época por causa das numerosas possibilidades de fechamento, e por trazer mais ênfase na história do Shadow, mas por outro lado, a queda de frames, e a inteligência artificial igual a de uma porta podem te afastar do game, mas nada disso acontecia quando você jogava no Gamecube, o que é mais recomendável para aproveitá-lo melhor, naquele console, o game fica muito mais aceitável (e no nível) de outros games do Sonic da época, ou seja, NÃO JOGUE ELE NO PS2, eu joguei e sei bem como é sofrível…

Curiosidades: https://cosplace.com.br/sonic-riders/

Mas prefiro muito mais esse game do que outros games um pouco mais, digamos…ehrr, vocês devem saber…

Curiosidades

Há algumas faixas do Sonic Adventure 2 reusadas ou remixadas: Event – Strategy, Blue Falcon, Heavy Dog, 2P vs Battle. A música de transformação para Super Shadow tem acordes da Live and Learn.
A Sonic Team incluiu as armas no jogo por causa dos inúmeros fãs pediam um jogo do Sonic com armas desde a época do Mega Drive e Saturn. Este foi o motivo de terem incluído o Gamma no Sonic Adventure e como o Shadow possui uma natureza mais sombria, e o jogo era focado num público mais velho, foi o momento perfeito para realizar desejo de muitos fãs. Curiosamente, após o lançamento passaram a criticar justamente o fato do game ter armas (vai entender).

Numa CG o Sonic diz “Welcome to The Next level”, sendo uma referência a um slogan da época do Mega Drive.

Dicas valiosas: https://cosplace.com.br/personagens-sonic/

Esse game deixou o Vector famoso como a frase “Find the computer room!”, que até virou meme.

Avaliação Final (PS2) :

Gráficos: 7,5
Som: 8,0
Jogabilidade: 7,0
Diversão: 7,0
Fator Repaly: 7,5

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Shadow_the_Hedgehog_(jogo_eletr%C3%B4nico)

Texto originalmente foi criado e postado no soniclub que infelizmente não existe mais. Todos os direitos reservados. Sonic e elementos relacionados são propriedades da Sega.

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *