Cosplay do dia: Nathi Morais (Kitana)

Cosplay do dia: Nathi Morais (Kitana). Nathi escolheu como frase do dia: “Finish Her!”

Natasha Morais, mais conhecida como Nathi, tem 24 anos, e é de São Paulo, Capital, seu cosplay é da personagem Kitana na versão do Game Mortal Kombat II.

Qual sua relação com o cosplay e a obra a que ele pertence?

Esse faz parte da série dos cosplays nostálgicos (rs). Meu primeiro videogame foi um Super Nintendo e Mortal Kombat foi um dos primeiros games viciantes da minha vida. A Kitana era o personagem que eu jogava.

Game Mortal Kombat II
Game Mortal Kombat II

Como surgiu a ideia de realizar o cosplay deste personagem?

Depois de a minha primeira experiência usando um cosplay eu gostei muito da ideia e queria um personagem que tivesse sido importante na minha infância. Tem vários listados que pretendo seguir aos poucos mas a Kitana era uma das primeiras.

Como foi a elaboração do cosplay?

Na época deste cosplay eu ainda não entendia muito de processos. A roupa eu encomendei com cosmaker e os acessórios eu fiz.

Kitana
Kitana

A quanto tempo este cosplay foi feito e a quanto tempo você o usa?

1 ano.

Como é a interpretação deste cosplay?

Como ela usa máscara meu rosto fica bem tampado e é difícil falar, mas procuro seguir algumas poses únicas desse personagem que vivaram clássico. Grande parte das pessoas conhece mesmo que não goste do game.

Quais foram os principais eventos e situações passadas com este cosplay?

O traje já tem 1 ano e eu o usei em pelo menos 3 eventos grandes aqui da cidade de São Paulo e uma sessão de fotos dupla (interpreto Kitana e Mileena). Nas redes sociais tive muita interação e isso me deixou feliz, com a sensação de bom trabalho. Já em evento onde ele chamou mais atenção, como na Brasil Game Show do ano passado, eu nem andei no evento, foi cansativo mas muito engraçado.

Nathi Morais Kitana
Nathi Morais Kitana

Tem alguém que gostaria de agradecer?

Meu agradecimento hoje vai para o Diego Sanchez da PandAnime por tirar minhas fotografias e apoiar meu trabalho.

Deixe um comentário