Games Filmes Animes

Nanchatte Seifuku: Brincando de colegial

Conheça a moda entre colegiais e jovens japonesas que criam seus próprio uniformes pela praticidade e aparência adorável: Nanchatte Seifuku!

Nanchatte seifuku brincadeiras de colegial

Não é fora do comum ouvir o descontentamento de alunos sobre os uniformes de suas escolas, ainda mais quando quase todas as escolas brasileiras possuem algum tipo de uniforme escolar, tanto públicas quanto particulares. É fato que o uniforme tem suas funções: economiza tempo que seria gasto escolhendo roupas, é forma de identificação dos alunos de sua escola (com o logo da escola, ou mesmo com um padrão ou norma de vestimenta ao exemplo de camisa com calça social para os rapazes e saia paras as moças), elimina possíveis barreiras entre os estudantes e, apesar da falta de consenso, estuda-se a melhora no comportamento e desempenho de estudantes colegiais que usam uniforme em escolas americanas.

Por outro lado alunos de todas as idades apresentaram resistência às políticas de uniformização e inclusive houveram processos contra escolas, ao exemplo do caso Canady vs Bossier Parish School Board (2000, Louisiana) onde alegou-se que a imposição de uniformes era uma afronta à liberdade de expressão dos alunos (o resultado foi a favor da escola mesmo após apelação). Outro ponto delicado seria a imposição de critérios de gênero em crianças e adolescentes com o uso de uniformes separados em feminino e masculino. Vemos normas sobre meninos terem de manter seus cabelos curtos e sobre saias como parte do uniforme feminino – daqui ainda podemos puxar para a questão da sexualização e sexualidade das meninas, vendo que saias são um símbolo de uma feminilidade que restringe movimentos e forma de sentar e escolas ainda podem implementar normas sobre comprimento das saias.

Garotas de uniforme em Tóquio – Wikimedia Commons

Já notamos que uniformes podem ser um tema muito controverso e com espaço para inúmeras teses, e aqui voltamos nossos olhos para o país onde escolas recentemente têm abandonado uniformes: Japão. Algumas escolas de Tóquio já não têm mais a norma e neste polo da moda vemos nascer o Nanchatte Seifuku.

Nanchatte significa algo como “é brincadeira!” e Seifuku (Sailor Fuku) é o uniforme escolar feminino que todo fã de anime e manga conhece: a saia com pregas, gola triangular e laço no pescoço inspirados no uniforme da marinha britânica, surgidos em 1920 em uma escola para mulheres em Fukuoka. Curiosamente esse clássico uniforme tem sido abandonado por um combo de camisa, saia e blazer devido à sexualização da imagem de colegiais usando seifuku, assim as escolas adotaram a nova vestimenta numa tentativa de proteger suas estudantes e mais recentemente tem havido o total abandono do uniforme em uma crescente porcentagem de escolas.

Copyright (C) 2012 CONOMi Corporation. Todos os direitos reservados

A moda Nanchatte Seifuku então cabe às jovens que montam um uniforme baseado no clássico japonês, mas com adaptações de estilo, pela praticidade (sendo mais barato do que ter várias roupas e mais rápido de se arrumar pela manhã) ou mesmo pela aparência kawaii (fofo, bonito) desta moda. Customizando-o aos seus gostos e com atenção a cada detalhe, coisas como a grossura, cor e comprimento de meias podem parecer triviais, mas quando se coordena um look Nanchatte, fazem parte do que torna o estilo tão especial e criam uma ligação entre estudante, uniforme e até a própria escola, afinal os uniformes japoneses têm grande significado para eles: é um símbolo de juventude, nostalgia e até beleza.

Mesmo que a customização de uniformes não seja algo novo para os japoneses (uma velha prática das garotas é a de dobrarem suas saias para ficarem mais curtas), colegiais podem ser muito criteriosos sobre cada aspecto de suas roupas e existem vários pontos para se observar na moda Nanchatte, mesmo que em primeiro momento imaginemos que uniformes sejam simples.

Copyright (C) 2012 CONOMi Corporation. Todos os direitos reservados

Cosplay de animes

Em entrevista para o site AsianBeat o produtor, escritor e professor de pesquisas da Digital Hollywood Unviersity, Sakurai Takamasa, falou sobre a reação mundial ao Nanchatte Seifuku:

“Recentemente na China e Rússia houve uma reação direta de “eu quero usar isso”. Seifukus feitos para japoneses especificamente são muito populares. Animes, mangas e mais recentemente dramas de TV e revistas de moda também têm sido influenciadas, mas eu acho que a popularidade é pelo simples fato de ser kawaii. Seifuku aparece em cenas cotidianas como ir à escola em anime, manga e dramas de TV, então eu acho que vem naturalmente para a história por ser único e atrativo. Em midias visuais, o estilo do Seifuku é mais idealizado, tornando-o ainda mais kawaii.”

Takamasa já participou de comitês de experts para o Ministro das Relações Exteriores sobre diplomacia cultural relacionada a animes e em esforços para promover a moda japonesa e sua cultura pop fora do país. Entre seus trabalhos publicados damos destaque a Sekai kawaii kakumei (A Revolução Global “Kawaii”, em tradução livre).

São itens do Nanchatte Seifuku – Cosplay loja

  • Uma camisa ou blusa de marinheiro, o comprimento das mangas varia de acordo com a estação. Algo que vem tendo destaque são as Seifuku em cores pasteis ou com estampas inspiradas no espaço.
  • Uma saia preferencialmente com pregas em cor sólida ou padrão xadrez. Lojas populares apresentam padrões de xadrez únicos em centenas de cores para agradar suas clientes exigentes e o comprimento da saia pode ser bem variado, quando vemos as jovens que se vestem por moda ou na linha Kogal notamos saias mais curtas do que as que vemos nas jovens que usam seu Nanchatte, realmente, para irem à escola.
  • Os sapatos podem variar sendo usados até tênis, mas mary janes e sapatos sociais fechados e bonitos são preferidos, alguns saltos confortáveis se tornam muito populares para jovens adultas que queiram seu look Nanchatte mais maduro sem perder o toque kawaii.
  • Para os dias frios, cardigans largos são os favoritos, mesmo por baixo do blazer, outra peça chave no look.
  • Laços e meias são parte importante! O básico para as meias seriam as cores preto ou branco, pela altura dos joelhos, mas meias largas são vistas e podem completar muito bem o Nanchatte, a aparência de suas pernas é algo importante para esta moda já que é a parte do seu corpo mais exposta.
  • Os laços, lenços ou gravatas podem ter várias formas, tamanhos e padrões, podendo combinar com a saia, ter seu destaque pelo contraste de cores ou padrões populares. É mais um dos pequenos detalhes tão importantes do Nanchatte.
  • Colegiais têm usado bolsas de tecido ou couro que enfeitam com muitos chaveiros, botons e afins, mas mochilas são raras. Não confundir com Randoseru, a típica mala de couro dada às crianças quando começam sua vida nas escolas.
Modelo em Nanchatte Seifuku com mala típica dos colegiais modernos em couro – Copyright (C) 2012 CONOMi Corporation. Todos os direitos reservados

A Mecca do Nanchatte Seifuku é uma loja em Harajuku (grande polo de moda jovem em Tóquio), a CONOMi tem sua própria marca para Nanchatte e seu trabalho aparece em shows de moda focados em seifuku em todo o mundo, inclusive no Brasil. O dono, Sr. Aiura, herdou a loja de roupas de sua mãe na cidade de Myoko, na prefeitura de Niihata, e em 2008 com a nova loja de Harajuku lançou sua marca. Para ele a moda Nanchatte é um símbolo de liberdade.

Ícone da moda Nanchatte, Sr. Aiura da CONOMi diz que em sua juventude “um uniforme escolar era como uma camisa de força”, mas para ele a moda Nanchatte Seifuku é um símbolo de liberdade.

Conta o Sr. Aiura que, por volta do ano 2000, uma colegial acompanhada de sua mãe foram à sua loja desejando um uniforme. O que parece normal toma uma nova profundidade quando a garota contou a ele que sua escola havia abolido a regra de uniformes e mesmo assim ela deseja um uniforme próprio. Para a surpresa de Sr. Aiura, ele descobriu que tratava-se da escola onde ele havia estudado e contou para a garota como, na idade dela, ele e seus amigos odiavam a regra sobre uniformes e por muitas vezes se viu em problemas com professores ao não obedecê-las. Nas palavras dele: “Para mim, um uniforme escolar era como uma camisa de força.”

Conjuntos de Primavera e Verão – Copyright (C) 2012 CONOMi Corporation

Mesmo quando disse para a jovem que ela tinha sorte de não ter aquelas regras sobre ela, a jovem mostrou-se determinada em ter um uniforme, ao ponto de surpreender o Sr. Aiura. Após conversarem ele entendeu o desejo dela, sobre como um uniforme podia trazer os traços atrativos de uma jovem a destaque e, como sendo um “uniforme” escolhido e arrumado por ela, então não seria uma forma de restrição e controle. Decidido a realizar o desejo daquela jovem, Sr. Aiura fez uma saia xadrez em vermelho escuro com tecido escolhido por ela, com um molde criado por ele para as medidas dela, seguindo as instruções dela do comprimento até a barra. Este foi o começo de uma jornada ao mundo nanchatte seifuku. Aquela jovem então levaria suas amigas à loja e a moda se espalhou.

Para os rapazes, o típico gakuran inspirado nos antigos uniformes militares franceses também tem dado espaço aos conjuntos de camisa, calça social e blazer. Apesar de não serem um público alvo como as jovens, também encontram peças desse estilo.

Copyright (C) 2012 CONOMi Corporation

No final das contas os jovens, mesmo quando aderem a estilos na moda para serem inclusos em grupos, querem se destacar ao mostrar sua identidade e criatividade. O período do fim da adolescência pode ser difícil ao jovem que não é mais criança, com responsabilidades e expectativas sobre si, mas ainda não é um adulto que possa plenamente controlar sua vida. Os jovens japoneses sempre se expressaram de forma notável pela moda, tornando bairros como Harajuku pontos de destaque para novas tendências. A moda Nanchatte é o estilo para as jovens práticas que querem manter-se arrumadas, com um ar jovial e único ao seu próprio modo, uma verdadeira forma de arte e expressão.


Receba novidades no seu email:

Delivered by FeedBurner

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *