Games Filmes Animes

Marketing para cosplayers – O que você faz de diferente?

Se você está caindo nessa publicação pela primeira vez e não conhece a Cosplace ou euzinho, vamos fazer uma pequena introdução.

Marketing para cosplayers – Guia Definitivo do Mundo Cosplay

A Cosplace é um dos primeiros e maiores portais voltado ao mundo cosplay, seja para fãs de cosplay ou cosplayers, até cosmakers e fotógrafos e todo mundo que está dentro dessa esfera magnífica que cresce cada dia mais. Se você já deu lida no nosso site já explicamos anteriormente o que é cosplay e um pouco de sua história, além de algumas explicações etmológicas das diferenças de alguns tipos de cosplay.

O autor – O artigo original foi escrito por Emerson Hideki Kanazawa

Como sempre queremos ajudar nossos queridos leitores e cosplayers vou compartilhar um pouco do meu conhecimento, meu nome é Emerson Hideki Kanazawa (mas podem me chamar de Hi), consultor e assessor de marketing principalmente nas plataformas onlines, faço consultoria para importantes sites do meio digital, aplicações, marketing pessoal e assessoria de imprensa.

Mundo Cosplay
Marketing para cosplayers

Sou um grande fã do mundo cosplay, acompanho cada cosplayer e seus trabalhos e, infelizmente, algumas falhas brutais que alguns cometem em seu marketing digital ou pessoal. Isso é normal! Ninguém nasce com conhecimento prévio, mas é por isso que agora vou acrescentar ao guia do mundo cosplay essas pequenas aulinhas sobre marketing digital e pessoal para te ajudar no seu cosplay, claro que cada caso é um caso e não podemos generalizar, mas já serve como um guia teórico para você desenvolver melhor seu trabalho; vou tentar explicar tudo de um jeito bem simples em todas esses tutoriais!

Marketing para cosplayers: quem é você? Melhor cosplay do mundo

Pode parecer uma pergunta estúpida de primeira vista. Mas quem é você? “Ah essa é fácil, Hi, eu sou a Mariazinha, já fiz 4 cosplays até hoje”, sim sim, mas quando fazemos essa pergunta queremos uma resposta mais complexa, vou te fazer 5 perguntas básicas para montar seu marketing pessoal em cima do seu cosplay, se tiver dificuldade em responder alguma delas pode continuar esse curso que vamos trabalhar em tudo isso:

  • Você é um cosplayer, as pessoas te reconhecem pelo seu cosplay ou pelo cosplayer?
  • Qual é a principal marca da sua arte cosplay?
  • O que te difere de outros cosplayers que usam os mesmos cosplays que você?
  • Qual o principal meio de divulgação do seu trabalho?
  • Como seu cosplay é diferenciado de todos os outros cosplayers?

Difícil, não é mesmo? Provavelmente você ter percebido a dificuldade de responder algumas dessas perguntas, pois se nós mesmo já falamos que:

Cosplay é a arte de se transformar em um personagem utilizando de maquiagem, interpretação, vestuário e demais técnicas exigidas pelo alter ego do artista ou do personagem que está interpretando.

Como que seu cosplay pode ser diferente de qualquer cosplay?

Se você caiu nessas aulas é porque você está procurando formas de melhorar a divulgação do seu trabalho e é nisto que este tutorial vai te orientar. Desde a parte teórica de como construir uma imagem até um pouquinho mais de técnica te ensinando a melhorar sua fã page no Facebook.

Mas lembre-se sempre: se você quer fazer cosplay somente por diversão não tem problema nenhum!

Tenha em mente que você é uma marca – Cosplay anime

“Marca” talvez seja um dos grandes conceitos do Marketing que até hoje temos dificuldade pelo leque de definições que ele possui. Pela a OMPI (Organização Mundial de Propriedade Industrial) e a AMA (American Marketing Association) marca é.

Sinal que serve para distinguir os produtos ou serviços de uma empresa dos outros de outras empresas. É um nome, um termo, um sinal, ou um desenho, ou uma combinação destes elementos, com vista a identificar os produtos e serviços de um vendedor, ou de um grupo de vendedores, e a diferenciá-los dos concorrentes.

Mas engana-se que o processo de construção de marca (branding) é um processo limitado somente as empresas. O marketing moderno abrange a definição de marca para qualquer elemento que possua um público-alvo, ou seja, pessoas que você quer alcançar. Ao ir para o passo de desejar estar inserido dentro da sociedade como um artista lembre-se que você é uma marca e tal como uma marca deverá trabalhar em sua imagem pública: ideias e ideais, comportamento, atitudes, buzz e etc.

É exatamente isso que sinto mais falta nos nossos cosplayers, o que você faz para construir sua imagem pública, ou melhor, o que faz para construir sua marca?

Branding: primeiros passos – Mundo nerd

Branding com certeza é meu assunto preferido em Marketing, cercado de particularidades e polêmicas! Mas fica calmo, vamos trabalhar aqui somente o que você precisa conhecer. Primeiramente não se assuste pelo nome, branding nada mais que é “construir uma marca” que, no caso, estamos construindo sua imagem pública.

Existem vários métodos dessa construção, até mesmo outras maneiras diferentes do branding. Ao decorrer desses tutoriais irei trabalhar no básico da construção de uma marca, com seu conteúdo voltado aos cosplayers, entre cortes para não ficar cansativo.

São 11 diretrizes básicas para a construção de uma marca:

Primeira Diretriz – Produto, Ambiente, Comunicação e Comportamento:

Essa será a base básica da sua comunicação como marca (ou figura pública se não gostar de se autotitular como uma marca). Produto é o seu cosplay, o trabalho e a arte que realiza. Ambiente é o local onde seu cosplay é feito. Comunicação é como se comporta com seu cosplay em público. Comportamento é a forma que trabalha seu cosplay. Nesta coluna vamos focar principalmente no elemento produto e no decorrer das aulas vamos explicando os outros a partes.

Produto: criando a sua imagem

Produto. Esse é o principal foco desse tutorial, você faz cosplay e achamos isso maravilhoso (aliás, já participou do cosplay do dia?) e esse é o principal erro dos cosplayers: você é o cosplay de Sasuke ou o Ricardo com cosplay de Sasuke?

Pode parecer mera formalidade de semântica, mas perceba que na primeira opção você está sendo lembrado por um cosplay e na segunda você está sendo lembrando como um cosplayers que fez um cosplay. Sempre preocupe-se com isso, você deu um duro danada para fazer cosplay mas deverá saber que ele é o seu trabalho e não você!

Ou seja, não venda o seu cosplay, venda a sua imagem fazendo um cosplay. Isso é um passo fundamental se você quer se tornar uma figura pública.

Seu cosplay e sua imagem pública deverão ser trabalhados simultaneamente.

Crie um nome artístico sem nenhuma relação com nenhum personagem

Não precisa ser um nome francês nem inglês. Na verdade, uma dica que eu dou para você é criar um nome simples e original. Você pode até usar seu próprio nome se quiser.

Mas nunca use o nome de um personagem ou agregue-o ao seu nome artístico. Primeiro que dependendo do nome isso pode te render um processo de direitos autorais (apesar de ser bem raro) e depois que você começará a ser vinculado a somente UM personagem e isso não pode acontecer caso queira trabalhar em cima de vários cosplays diferentes.

Seu nome deverá ser único e, de preferência, curto e de fácil memorização. Somente use nome de personagem no seu nome artístico caso faça cosplay somente de um personagem.

Transforme suas fraquezas no seu diferencial

Agora você já tem seu nome artístico. Temos duas possíveis fraquezas para um cosplayer: ou você faz muito personagens e isso dificulta sua fixação de imagem público ou você faz cosplay de só um personagem.

Faço cosplay de um só personagem

Nesse você pode incorporar o nome do seu personagem no seu nome artístico até certos limites (nunca use somente o nome do personagem, aliás, você ainda deverá ser lembrado).

Mas como transformar uma possível limitação em um diferencial?

Se você faz cosplay somente de um personagem ou se é muito lembrado por um personagem em específico chegou a hora de você virar o jogo a seu favor.

Seu trabalho não pode estagnar, caso você pare de aprimorar seu cosplay logo ele será superado por outra pessoa ou cairá no esquecimento por ser muito repetitivo.

A dica?

Faça mais cosplays. “Ué, mas eu já disse que só faço esse cosplay”, mas já pensou na possibilidade de cruzar universos? Vamos supor que você só faça cosplay de Scorpion (Mortal Kombat), já pensou em juntar esse cosplay com outros personagens?

Talvez criar algo mais sério como uma mistura de Scorpion com Sub-Zero até algo mais cômico e arriscado como Scorpion com Princesa Jujuba. O mais divertido de nossa arte é quebrar a barreira das limitações, quando você chega no limite da sua criatividade seu trabalho irá morrer.

Ser diferente e se diferenciar pelos detalhes é algo essencial

Cosplayer de vários personagens: como se diferenciar?

Se você já é cosplayer durante alguns anos e já tem vários cosplays não se preocupe, nunca é tarde para começar a aprimorar sua arte. Se você é iniciante leve essas dicas como regras na sua vida cosplay caso queira divulgar sua imagem pública, talvez esse seja a parte mais importante desse tutorial.

Agora que já sabemos o que é branding e como isso é importante na hora de construir sua imagem, fica a dúvida. Como podemos executar isso?

Primeiramente analise se você tem alguma qualidade extra além de ser cosplayer, você sabe cantar? Sabe cozinhar? Sabe dançar? Entende muito sobre algum assunto? Tem um ótimo senso de humor? Tem familiaridade com câmeras?

Use esses pontos ao seu favor, incorpore características extras ao seu cosplay para diferenciá-lo de outros cosplays do seu personagem.

Um case que sempre falo é sobre e Isis Vasconcelos que consegue fazer esse cruzamento de artes, Isis é uma cantora que começou a fazer vídeos no Youtube cantando com cosplay, em alguns anos ela tem uma base enorme de fãs porque além de conseguir atrair os fãs de cosplay ela também consegue atrair os fãs de sua música.

Você sabe dançar? Já pensou em fazer um canal no YouTube ou vídeos fazendo danças com cosplay? Você sabe muito sobre maquiagem?

Já pensou em fazer vídeos ensinando como fazer maquiagem de personagens famosos (como filmes, por exemplo). As possibilidades de cruzamento de artes são infinitas.

Cosplay é um trabalho constante de se reinventar caso queira se diferenciar no mercado.

Se você não consegue pensar em nada para cruzar as artes, existem outras formas!

Por exemplo, já pensou em fazer cosplays em um único estilo?

Como fazer todos seus cosplays vermelhos! Ou melhor, você ainda pode se diferenciar adicionando itens extras ao seu cosplay que se destaquem no personagem e que não pertençam a ele, como, por exemplo, adicionar véu e grinalda e transformar todos seus cosplays em versões de noivas.

Você também pode ser muito bom em química e mecânica e adicionar efeitos especiais no seu cosplay, deixá-lo mais realístico e chocar mais as pessoas que o verem. Alcançar um “cosplay perfeito e cheio de técnicas” é o sonho de qualquer cosplayer e esse é o caminho que todos tentam seguir, mas acredite, é o mais difícil, principalmente pela técnica que isso demanda e depois pelo dinheiro que terá que investir.

Lembre-se que você não precisa ser limitado, o grande desafio aqui é você manter as características principais dos personagens e adicionar um toque da sua própria personalidade dentro da sua arte.

Lição de casa

Pense em todas suas qualidades como pessoa e como cosplayer, se precisar peça ajuda para seus amigos. Peça para eles listarem o que eles acham mais marcante em você, coloque nessa lista tudo que você sabe fazer e em tudo que você é bom (todos somos bons em alguma coisa, mesmo que seja assistir várias horas de Netflix, já pensou fazer vários gijinikas de assuntos que goste?)!

Anote tudo, isso é uma tarefa que pode demorar semanas porque é o mais difícil, depois que anotar tudo isso deixe sempre essa pergunta na sua cabeça: o que eu posso fazer para diferenciar meu cosplay de todos os outros cosplays?

Depois da primeira você começará a ter várias ideias, mas cuidado para não colocá-las todas em prática uma única vez. Sugestões de familiares e amigos aqui são sempre bem vindas.

A nossa maior dificuldade nesse exercício será pensar em algo que consiga chamar a atenção e se diferenciar sem perder as qualidades básicas de um cosplay (fidelidade ao personagem em vestuário e interpretação). Você pode seguir diversos caminhos diferentes, lembre-se de ir pelo que você se sentirá mais confortável e apto a realizar.

E depois?

Depois continue acompanhando esse tutorial, se vocês gostarem vou continuar as aulas, mas para isso peço a ajuda que compartilhem com seus amigos e se tiverem dúvidas deixem nos comentários ou nos envie uma mensagem!

(se quiserem me contratar estamos ai hahaha)

Na próxima aula trataremos um assunto importante: como divulgar minha imagem pública e não meu cosplay, onde falaremos sobre como usar a divulgação do seu cosplay e da sua arte como promoção de sua imagem pública e não somente do personagem.

Bom cosplay para todos!


Receba novidades no seu email:

Delivered by FeedBurner

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *