Dark (Netflix) – 1ª temporada

Dark é a primeira produção alemã original Netflix, ou seja, foi feita exclusivamente para o serviço de streaming, com uma proposta bem sombria e dividida em 10 episódios recheados de mistérios e reviravoltas.

Dark, uma história sombria

A série, criada por Baran bo Odar e com roteiro assinado por Jantje Friese, é excelente para quem gosta de uma trama cheia de mistério e que mistura elementos de ficção cientifica com temas existenciais e filosóficos.

E é incrível ver estes elementos se destacando na trama, enquanto você navega numa trama cheia de mistérios entre o passado, presente e futuro.

Qual o sentido de Dark?

Há quem compare Dark com Stranger Things, ou pelo menos seus momentos iniciais, porém, em seu envolto a produção alemã entrega algo muito mais maduro e com uma história muito mais complexa que a dos Irmãos Duffer.

dark passado
Dark

Inicialmente a trama do menino desaparecido se repete nas duas tramas, porém, a história não se resume somente nisso. Para falar a verdade, esta não é nem a ponta do iceberg.

A cada episódio a história vai se desenrolando e temos a impressão de estar entrando em uma trama cada vez mais profunda. Não se surpreenda se estiver criando uma arvore genealógica com todos os personagens, por que afinal, são muitos e em diferentes linhas do tempo.

Como entender Dark?

Porém, Dark se propõe a responder todas as questões que são apresentadas ao espectador, logicamente aquelas que interessam no momento.

É uma série que tem um ritmo nem rápido e nem muito devagar, na velocidade perfeita para que você assimile todos os personagens e sua importância para a trama. Mesmo que a quantidade seja grande, você pode concluir que não fica a impressão de que alguém está sobrando naquilo tudo.

Cada peça é fundamental para a trama e a escolha dos atores foi excelente, visto que nesse mar de nomes e linhas temporais, você claramente consegue assimilar e reconhecer cada personagem pela sua personalidade e motivações.

Quanto aos aspectos técnicos, Dark tem uma excelente fotografia, iluminação fraca em contraste com cores fortes, cria uma atmosfera aterrorizante, te deixando no ponto certo para absorver tudo que a série tem a oferecer.

Os ambientes externos, com cenário no interior da Alemanha também criam um clima de muita tensão. As partes na floresta dão a impressão de que a qualquer momento pode acontecer algo terrível.

A caverna também me impressionou bastante, sendo a escolha de roteiro ideal para não deixar o espectador sair do clima. O tempo todo eu ficava pensando: “Quem é louco de entrar nessa caverna? ”.

Conclusão

Dark é uma daquelas séries que você vai querer terminar em um dia só. Mesmo com inicio mais complicado e um número de personagens bem grande, aos poucos os mistérios iniciais vão se resolvendo, abrindo espaço para uma trama incrível.

Deixe um comentário