COSPLAY DO DIA

Conversa Com A Cosplayer Argentina Lady Lemon Cosplay

Lady Lemon é uma das cosplayers juradas do Concurso Cosplay da Comic Con Experience 2015. Conversamos com ela durante o evento deste ano sobre sua carreira cosplay e o que espera dos competidores.

Conversa Com A Cosplayer Argentina Lady Lemon

A argentina esbanja simpatia, durante a entrevista e com todos os presentes na feira que desejam ser fotografados com ela.

Concurso Cosplay da Comic Con Experience 2015
Cosplayer argentina Lady Lemon

Leia nossa primeira conversa na seção CosPin da Cosplace e não se esqueça de acompanhar o trabalho incrível dessa cosplayer em sua página oficial do Facebook.

Qual foi o primeiro personagem que você fez cosplay?

O primeiro personagem que eu fiz foi um crossplay de Otaru Mamiya do anime Saber Marionette J.

Porque você começou a fazer cosplay e o que a motiva a fazer isso?

Primeiro porque gosto muito de personagens de fantasia. Desde pequena minha mãe me ensinou a me fantasiar. Quando eu descobri que tinha gente que também gostava de se fantasiar, comecei a fazer por diversão. Depois gostei tanto, tanto, tanto que, pra ter tempo de fazer tudo o que eu queria, passei a me dedicar exclusivamente a trabalhar com isso. Abandonei meu emprego, trabalhava com análise de sistemas, e encontrei uma maneira de viver de cosplay.

O que você espera dos competidores do concurso cosplay deste domingo?

Espero que os competidores apresentem trajes criados por eles mesmos e que tenham se preocupado nos detalhes. Não importa se os cosplayers não se pareçam fisicamente com os personagens; o que realmente importa é o cuidado com os detalhes que nos façam reconhecer os personagens escolhidos.

O que você diria a alguém que deseje começar a fazer cosplay?

Pra quem nunca tenha feito cosplay e deseje fazê-lo, escolha um personagem simples, sem complicação, que deseje interpretar em algum evento para poder se sentir bem à vontade, relaxado. Lembre-se que você terá que passar muito tempo sendo observado, admirado e fotografado. Não desista na primeira experiência. Vá aos eventos, sem medo; as pessoas nos ambientes dedicados ao cosplay são muito educadas e ninguém vai desrespeitar você como pode acontecer em outros lugares.

Aqui no Brasil acontecem muitas brigas entre grupos de cosplay. Acontece o mesmo na Argentina?

Sim, na Argentina e em todo o mundo. Acontece em todos os lugares em que estive. É bom lembrar que brigas acontecem em todo lugar,  pelas mais diferentes razões. Com os cosplayers não é diferente.

Você faz cosplays de personagens dos Quadrinhos. Você gosta de Quadrinhos? Costuma ler algum título específico?

Eu colecionava HQs dos meus 15 aos 18 anos. Coleciona Wolverine, Uncanny X-men e todas as revistas em que o Wolverine aparecia. Na minha coleção, eu tenho todos os números de Wolverine até o 98, 99, lá pelos anos 2000. Assisti todos os desenhos animados e todos os filmes com esses personagens. Ainda pretendo voltar a comprar Quadrinhos e completar minha coleção de Wolverine.

Muito obrigado. Você é muito boa no que faz e é muito simpática!

Obrigado! Quando trabalhava com sistemas não era simpática porque não era feliz. Agora com o cosplay eu sou feliz. Fazer o que gostamos nos transforma em pessoas melhores.


Receba novidades no seu email:

Delivered by FeedBurner

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *