Cosplay do dia: Beatriz Peixoto (Selina Kyle)

Beatriz escolheu como frase do dia: “Humanas ou não, vivas ou mortas-vivas – nós, meninas, temos que nos unir!”.

Beatriz Peixoto, tem 22 anos, é de Tatuí, São Paulo, seu cosplay é da personagem Selina Kyle (Cat Woman / Mulher Gato), do game Batman: Arkham Knight da DC Comics.

Qual sua relação com o cosplay e a obra a que ele pertence?

Meu primeiro contato com a personagem foi no filme do Tim Burton, onde a Mulher-Gato foi interpretada pela Michelle Pfeiffer. Depois, mais crescida, comecei a ler os quadrinhos influenciada pelas minhas amigas que eram mais ligadas nas histórias da DC. A Selina sempre foi um personagem que me cativou nas HQs e nos jogos do Batman pela perspicácia dela, pela feminilidade que ela traz à força que demonstra e também pelo jeito que ela lida com as situações. Ela é uma personagem que não vem para ser a figurante da própria história. Ela é forte, charmosa, esperta e aventureira. Tudo o que eu quero ser! (Ahahahhahaha)

Cosplay Beatriz Peixoto Selina Kyle
Cosplay Beatriz Peixoto Selina Kyle

Como surgiu a ideia de realizar o cosplay deste personagem?

A ideia veio logo após minha amiga fazer o cosplay de Harley Quinn dela. Ela tinha o cosplay da CatWoman guardado por muito tempo na casa dela e usou só uma vez para uma sessão de fotos da faculdade. Depois de conversarmos muito, me empolguei e “negociamos” o uso do cosplay. Eu fiz e reformei todas as props que utilizo com ele, mas a roupa original é dela. Agora temos as 3 Sereias de Gotham com o grupo de cosplay. (Ahahahhaha)

Como foi a elaboração do cosplay?

A elaboração foi simples. A roupa estava pronta, mas tive que refazer e criar novas props para ele. Reformei o chicote, fiz os óculos, mudei o coturno várias vezes, fiz a coleira do Charada para a versão Arkham Knight e comprei uma peruca preta curta. Não teve muito mistério, mas foram algumas semanas para organizar tudo.

A quanto tempo este cosplay foi feito e a quanto tempo você o usa?

Ele foi feito fazem uns 5 anos, mas que eu uso faz 1 ano e meio.

Como é a interpretação deste cosplay?

Tento ser mais sensual do que o normal. Tenho porte grande, sou alta e normalmente faço personagens extremamente violentos ou grosseiros. Tive que mudar muito meu jeito de andar nos eventos pois estou acostumada a andar “batendo os pés” ou fazendo poses mais “duras”. A Selina é mais maleável e delicada, o que é meu oposto. A postura dela é mais atlética também…

Beatriz Peixoto Selina Kyle
Selina Kyle

Quais foram os principais eventos e situações passadas com este cosplay?

A CCXP de 2015 foi um grande marco com esse cosplay pra mim. Estava com um grupo de Batman no evento, várias pessoas me pararam para fotos, comentaram sobre a minha maquiagem (eu fiz a versão dos games, onde ela apanha muito e fica com ferimentos no rosto) e como estava bacana. A minha maior surpresa foi chegar em casa, entrar no Facebook e ver várias pessoas me marcando em uma publicação da Warner Pictures Brasil em que eles postaram uma foto do nosso trio de Sereias de Gotham. Confesso que chorei um pouquinho e saí pulando pela casa.

Tem alguém que gostaria de agradecer?

Eu gostaria de agradecer a minha amiga e parceira de casa Veronica Morais, quem me fez entrar de cabeça na personagem e negociou a roupa comigo. Paula Baio pela força, pela casa que cede durante a temporada de eventos e por ser a melhor fotógrafa de cosplay do Brasil e por ser a melhor Poison Ivy (Hera Venenosa) que alguém pode ter. 

Leitura indicada: Cosplay Gii Oliveira (Vampira)

Renatha Sant’Anna por me aturar sempre, por acompanhar nas loucuras e por ser a Harley Quinn mais louca e mais fiel que eu já vi por aí. Elas são meu Squad e eu não trocaria elas por nada e por ninguém nesse mundo.

Considerações Finais:

Cosplayer merece respeito durante os eventos e o fato dele usar uma fantasia não lhe dá consentimento para abusos.

Acompanhe o trabalho de Beatriz e seu cosplay de Selina Kyle World Cosplay.

Deixe um comentário