Cosplay e Drag Queen: existem semelhanças? – O estilo “CosDrag” | O Guia Definitivo do Mundo Cosplay

Todo mundo sabe que nós já amamos cosplays e cosplayers, mas até mesmo devido ao lançamento da oitava temporada de RuPaul’s Drag Race (reality show norte americano produzido pela Logo TV e apresentado pela famosa drag super model RuPaul) em alguns grupos de debate no Facebook começaram a surgir a dúvida: Drag Queen é cosplay?

Cosplay e Drag Queen
Cosplay e Drag Queen

Primeiramente devemos lembrar de o que é Cosplay e cosplayer: cosplay é a ARTE de se transformar em um personagem utilizando de maquiagem, interpretação, vestuário e demais técnicas exigidas pelo alter ego do artista ou do personagem que está interpretando. Cosplayers são entertainers que podem fazer uso de sua arte cosplay com finalidade de hobby ou profissional, porém, acima de tudo, cosplayers são artistas completos da sociedade contemporânea (Veja o texto completo). Mas afinal… o que é drag?

Vamos resumir (afinal o objetivo do artigo não é abordar e explicar todos os diferentes estilos da arte drag):

Drag queens ou Drag kings são personagens criados por artistas performáticos que se travestem, fantasiando-se cômica ou exageradamente com o intuito geralmente profissional artístico. Drag queen é a pessoa que se veste com roupas exageradas femininas estilizadas, e drag king a pessoa que se veste como homem. A transformação em drag queen (ou king) geralmente envolve, por parte do artista, a criação de um personagem. Tanto drag queens como drag kings podem ter qualquer gênero e orientação sexual, e sê-lo não é indicativo de se ser homossexual, bissexual ou heterossexual; tal como também mulheres podem fazer drag queen e homens podem fazer drag king, ou seja, não sendo necessário representar somente o sexo oposto.

Manila Luzon e seu CosDrag de Cruella
Manila Luzon e seu CosDrag de Cruella

A arte drag queen é um pouco mais velha e popular na grande mídia do que a arte cosplay, sendo que já tiveram filmes a respeito (como Priscilla, A Rainha do Deserto e Para Wong Foo). Além disso, um dos reality shows mais assistidos no EUA, RuPaul Drag Race que está chegando em sua oitava temporada na época que esse artigo está sendo escrito. No Brasil, temos a Léo Áquilla e Salete Campari que concorreram a deputadas estaduais no Estado de São Paulo e a Dimmy Kier (altergo do Dicesar) que participou do Big Brother Brasil. Mas afinal…

Qual a relação de Cosplay e Drag Queen?

Cosplay não é drag, drag não é cosplay. São estilos artisticos diferentes, mas ao mesmo tempo muito próximos. Assim como pintura e escultura são artes semelhantes porém completamente diferentes, o mesmo acontece com o drag e o cosplay.

Um cosplayer pode criar um personagem original ou um personagem que interprete personagens (Veja o texto completo), uma drag queen (ou king) cria um alterego que, na muitas vezes, representa o sexo oposto (lembrando que não é uma regra!) de uma forma mais extravagante e “luxuosa”. Ambas artes podem criar um personagem do zero ou já interpretar um personagem existente! Com a diferença que um cosplayer, por etimologia, precisa ter uma história criada para um personagem mesmo que ele seja original, enquanto o drag pode criar um personagem sem a necessidade que exista uma publicação ou história deste.

Phi Phi O'Hara
Phi Phi O’Hara

Phi Phi O’Hara, uma das participantes da quarta temporada de RuPaul Drag Race, foi recentemente criticada em sua página do Facebook por “parar de fazer drag e começar a fazer cosplay” devido aos personagens que ela interpretou em suas sessões fotográficas e shows.

Random person comments on my social media….. “Phi Phi doesn’t do drag anymore…she is only costumes and cosplay.”…

Publicado por Phi Phi O’Hara em Terça, 29 de setembro de 2015

 

Personalidades e preferências a parte, a Phi Phi está sendo responsável por um pequeno nicho de estilo cosplay e drag nos EUA denominados CosDrag, um estilo pouco conhecido no Brasil (mas achamos a Natasha na BGS!) que é praticado tanto por cosplayers quando por Drag Queens e Kings. O CosDrag consiste em interpretar um personagem publicado ou original (cosplay) exagerando em seus traços, maquiagem, roupas e perucas (drag). Além de PhiPhi O’Hara, o estilo também já apareceu em outras drags que passaram por RuPaul como Manila Luzon e Sharon Needles. O CosDrag é um estilo muito novo e que ainda gera pequenos movimentos nas comunidades drag e cosplay, é o ponto de cruzamento das duas artes parentes.

Cosplayer, Drag, CosDrag… não importa a nomenclatura (ou os que preferem não aderir a ela), viva a diversidade e os estilos diferentes que surgem a partir dele! Cosplay e Drag Queen não são a mesma coisa, mas podem existir ao mesmo tempo em um mesmo alter ego e são artes muito próximas. O mais importante é: façam o que amam, good luck and don’t fuck it up.

Quem arrisca tentar esse novo estilo? O que acham?

você pode gostar também Mais do autor